Bem vindo ao BLOG CAMPESTRE CIDADÃO, Na Defesa de Seus Direitos

Esse blog é uma forma direta de interagir com a sociedade, esclarecendo suas dúvidas e orientando a respeito de seus direitos. É um prazer poder dar minha contribuição como cidadão consciente.

Fernandes Braga

sexta-feira, 15 de julho de 2011

PF prende cearenses que tentavam fraudar a CEF em Natal

Em seu poder foram apreendidos R$ 7.720,00 em espécie, cheques, cartões de crédito e celulares.

 

A Policia Federal prendeu em flagrante na tarde desta quinta-feira,14, no interior de uma agência da Caixa Econômica Federal, no centro de Natal, um auxiliar de corte e costura, 23 anos, natural de Itapiúna/CE e uma decoradora, 39 anos, nascida em Limoeiro do Norte/CE. Eles são acusados de tentativa de fraude contra terceiros e em seu poder foram apreendidos R$ 7.720,00 em espécie, cheques, cartões de crédito e celulares.

A prisão foi possível após os caixas da CEF desconfiarem do casal que tinha identidade expedida em outro estado da Federação e coincidentemente apresentara para desconto no guichê, em intervalo muito pequeno entre as ações, cheques considerados de valor relativamente alto. Em ambos os casos, verificou-se divergência nas assinaturas com a ficha de autógrafo dos emitentes.

Em vista do fato, a gerência entrou em contato telefônico com os respectivos correntistas quando tomou conhecimento de que tais cheques pertenciam realmente as contas verdadeiras, porém não haviam sido emitidos por seus titulares, que estavam em poder do talonário com aquela numeração, o que levava a crer, tratar-se de uma provável clonagem.

A CEF então acionou os seguranças da agência e também policiais militares para impedir que o casal deixasse a agência, uma vez que a equipe da PF já estava a caminho.
Com a chegada dos policiais federais, ambos foram formalmente interrogados e revistados. Na ocasião, estavam de posse do material utilizado para a prática do crime e disseram que haviam recebido os documentos, cheques e cartões das mãos de um “desconhecido” na cidade de Maracanaú, região metropolitana de Fortaleza, o qual teria apresentado a proposta do “negócio” mediante o pagamento de 10% do valor de tudo o que efetivamente conseguissem sacar.

Diante das evidências, receberam voz de prisão e seguiram escoltados para a sede da Superintendência da PF, onde ficou também constatado de que a mulher se utilizava de carteira de identidade falsa para praticar a ação delituosa.

Autuadas nos Art. 304 e 171 do Código Penal, as duas pessoas suspeitas estão sob custódia da Polícia Federal e nesta sexta-feira(15), deverão ser recambiadas, respectivamente, para o Centro de Detenção Provisória de Pirangi e Centro de Detenção Feminino de Parnamirim, onde aguardarão pronunciamento da Justiça.

Nenhum comentário:

Postar um comentário