Bem vindo ao BLOG CAMPESTRE CIDADÃO, Na Defesa de Seus Direitos

Esse blog é uma forma direta de interagir com a sociedade, esclarecendo suas dúvidas e orientando a respeito de seus direitos. É um prazer poder dar minha contribuição como cidadão consciente.

Fernandes Braga

quarta-feira, 6 de julho de 2011

Suspeitos apresentam defesas diferentes em depoimento ao Ministério Público

Os policiais detidos sob suspeita de corrupção apresentaram diferentes tipos de defesa expostas em depoimento ao Ministério Público Estadual (MP/RN). Com exceção do coronel Wellington Arcanjo, todos os outros 11 pms já mantiveram contato com os promotores de Justiça.

Apesar de a investigação não correr sob segredo de justiça, o MP optou pela não divulgação dos depoimentos por considerar "contraproducente". O promotor de Justiça de Investigação Criminal, Wendell Bethoven, esclareceu preliminarmente o conteúdo dos depoimentos.

"Alguns preferiram exercer o direito de silêncio e só falar em juízo. Outros confirmaram a participação dizendo que cumpriam ordens. E outros ainda confirmaram o recebimento do dinheiro em trocas das atividades", declarou o promotor, sem detalhar os personagens.

Para o promotor Wendell, a fase de depoimentos representa pouco para o andamento das investigações. "Eles podem simplesmente mentir ou ficar calados. O interrogatório, na verdade, é um meio de defesa", disse.

O próximo passo do inquérito, que tem de ser encerrado dentro de vinte dias, é a análise estratégica dos documentos apreendidos. De acordo com o MP, há documentos datados desde o ano de 2007 e a relação com os antigos comandantes do 10º Batalhão pode ser esclarecida.

O Ministério Público manterá contato com o comando-geral da Polícia Militar com intuito de saber como funcionava o sistema de abastecimento e manutenção do Batalhão.

Investigações

A Operação Batalhão Mall pode ter servido para desencadear um série de denúncias da mesma prática de corrupção em instalações da Polícia Militar. Para o promotor de Justiça de Investigação Criminal, Wendell Bethoven, é importante ter cautela e trabalhar com provas.

"Seremos cuidados em avaliar notícias similares. É importante destacar que trabalhamos com hipóteses e as investigações costumam levar tempo", ponderou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário