Bem vindo ao BLOG CAMPESTRE CIDADÃO, Na Defesa de Seus Direitos

Esse blog é uma forma direta de interagir com a sociedade, esclarecendo suas dúvidas e orientando a respeito de seus direitos. É um prazer poder dar minha contribuição como cidadão consciente.

Fernandes Braga

terça-feira, 11 de outubro de 2011

Deputado do PSD reage às declarações de Agripino

As declarações do senador José Agripino Maia descartando alianças do DEM com o PSD e acusando o vice-governador Robinson Faria de tentar tutelar o Governo, geraram uma dupla reação. O deputado federal Fábio Faria - correlegionário e filho do presidente estadual do PSD,  Robinson Faria - acusou o senador de tentar "engessar" o DEM, uma vez que limita as coligações do partido para 2012 por não aceitar alianças com a nova legenda. Já os deputados que são correligionários de José Agripino, embora cautelosos, concordaram com as afirmações do presidente nacional da legenda. Pelo lado do governo, o secretário chefe do Gabinete Civil, Paulo de Tarso Fernandes, disse que apenas a governadora Rosalba Ciarlini poderia comentar as afirmações do senador.

Geraldo MagelaJosé Agripino apontou que PSD tentava tutelar o governo 
José Agripino apontou que PSD tentava tutelar o governo
 
Embora com reações distintas, as declarações do senador José Agripino Maia trouxeram um tom de rompimento para a relação do Democratas com o PSD no Estado. A expectativa está em torno da reação da governadora Rosalba Ciarlini, que está em viagem aos Estados Unidos.

Procurado pela reportagem da TRIBUNA DO NORTE, o secretário chefe do Gabinete Civil, Paulo de Tarso Fernandes, afirmou que não poderia comentar as declarações do senador José Agripino sem autorização da governadora Rosalba Ciarlini. "Não estou autorizado a comentar essas declarações", destacou. O líder do Governo na Assembleia, deputado estadual Getúlio Rego (DEM), lembrou que a decisão de não fazer aliança com o PSD foi uma resolução dos Democratas nacionalmente, mas não acredita em rompimento do DEM, da governadora Rosalba, com o PSD, do vice-governador Robinson Faria.

"Não credito que essa decisão (de descartar coligação do DEM com o PSD) gere uma turbulência, não acredito em indisposição tão dramática no sentido de haver confronto. Não resultará em distanciamento porque somos aliados no plano estadual", destacou.

Para Getúlio Rego, o entendimento do DEM nacional só ocorreu devido a tentativa do PSD de fragilizar o partido. "Mas a nível local o que temos visto são manifestações públicas do vice-governador Robinson Faria dizendo que é do bloco de apoio a governadora Rosalba", ressaltou.

O deputado estadual Leonardo Nogueira (DEM) disse que ainda não conversou com o senador José Agripino Maia sobre a situação das coligações no pleito de 2012, mas admitiu temer dificuldade caso seja concretizada a restrição ao PSD.  "Ainda não tenho uma avaliação com relação a declaração de ontem (domingo). Acredito que o senador José Agripino afirmou muito mais baseado  em uma resolução. O PSD pertence à base da governadora Rosalba, Robinson Faria é vice-governador. Vamos ter dificuldades em alguns municípios caso isso (a restrição ao PSD) ocorra", destacou.

Fábio aponta tentativa de engessar o DEM

Coube ao deputado federal Fábio Faria (PSD) reagir às declarações do senador José Agripino Maia. Ele criticou a restrição do líder do DEM à aliança com o PSD. No entanto, o parlamentar federal não fez qualquer comentário sobre a acusação de Agripino de que o vice-governador Robinson Faria teria tentado tutelar o governo Rosalba no momento em que articulou a filiação de seis deputados no PSD (projeto naufragado, já que apenas dois parlamentares terminaram assinando a ficha de filiação).

O deputado disse que o senador está querendo engessar as bases e lembrou que em 2010 foi Agripino que buscou insistentemente o apoio do hoje vice-governador Robinson Faria e do próprio Fábio. "Não seria injusto com as bases dele, após, eleito até 2018, engessar as bases que o  elegeram para o Senado?", comentou Fábio Faria por intermédio do twitter.

O parlamentar do PSD afirmou que é preciso respeitar as questões locais e destacou que ele e Robinson Faria não deixaram o DEM para ingressar no PSD. "Politica é parceria, via de mão dupla. E um dia a nossa eleição chega e precisaremos de todos. Vamos ajudar a Rosa (governadora Rosalba) e olhar pra frente", destacou o deputado do PSD.

Ainda pelo twitter, Fábio Faria ressaltou que conversou com o ex-deputado Carlos Augusto no foco em unir mais a base de apoio da governadora Rosalba Ciarlini.

A TRIBUNA DO NORTE tentou falar ontem com o deputado federa Fábio Faria e com o vice-governador Robinson Faria, mas ambos não atenderam ao telefone celular.

Nenhum comentário:

Postar um comentário