Bem vindo ao BLOG CAMPESTRE CIDADÃO, Na Defesa de Seus Direitos

Esse blog é uma forma direta de interagir com a sociedade, esclarecendo suas dúvidas e orientando a respeito de seus direitos. É um prazer poder dar minha contribuição como cidadão consciente.

Fernandes Braga

sábado, 22 de outubro de 2011

Governo recebe nova proposta das associações militares

Na sexta rodada de negociação com as Associações de Policiais e Bombeiros Militares com o Secretário de Estado de Administração e dos Recursos Humanos, Anselmo Carvalho, ocorrida nesta sexta-feira (21), a proposta anterior apresentada pelo Governo foi rejeitada pela categoria que apresentou uma nova.

A proposta do Governo contemplava um reajuste a partir de fevereiro de 2012 e outro em junho, com um impacto nas contas de R$ 130 milhões de reais além de recuperar o valor do Programa Nacional de Segurança Pública com Cidadania, PRONASCI. A das Associações tinha um impacto maior, chegando a R$ 206 milhões, que não foi aceita considerando os índices fiscais do estado, o valor representa hoje 3,7% da receita corrente.

Na nova proposta apresentada pela Categoria Militar prevê um reajuste a partir de junho do ano que vem com subsídio para o Coronel de R$ 11.300,00, e demais patentes escalonadas em porcentagens a partir desse subsídio, começando pelo Soldado em 20%, Cabo 25%, 3º Sargento 30%, 2º Sargento 35%, 1º Sargento 40%, Subtenente 50%, 2º Tenente 55%, 1º Tenente 60%, Capitão 70%, Major 80%, Tenente-Coronel 90%. As Associações também pedem o envio para a Assembléia Legislativa a Lei de Promoções de Praças, o Código de Ética além da Lei do Subsídio.

"Iremos fazer uma análise do impacto dessa nova proposta apresentada pelas Associações nas contas do governo, conversar com a Governadora Rosalba Ciarlini, e logo depois no reunirmos para dar uma resposta concreta sobre o pleito", disse Anselmo Carvalho.

"Foi uma reunião democrática, franca e com diálogo aberto. A nova proposta das Associações será analisada e na próxima reunião esperamos encontrar um denominador comum", falou o Comandante Geral da Polícia Militar, Coronel Francisco Araújo.

"Na negociação houve uma nova proposta das Associações que será analisada pelo Governo com a possibilidade de chegarmos há um bom termo", analisou também o Comandante do Corpo de Bombeiros Militar, Coronel Elizeu Dantas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário