Bem vindo ao BLOG CAMPESTRE CIDADÃO, Na Defesa de Seus Direitos

Esse blog é uma forma direta de interagir com a sociedade, esclarecendo suas dúvidas e orientando a respeito de seus direitos. É um prazer poder dar minha contribuição como cidadão consciente.

Fernandes Braga

quinta-feira, 10 de novembro de 2011

“Adoro o Lula”, diz ministro após declarar amor a Dilma

Ministro Carlos Lupi dando explicações sobre o suposto recebimento de
propinas para liberação de verbas para convênios com ONG's.
 
O ministro do Trabalho, Carlos Lupi, rasgou elogios ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva durante audiência na Câmara nesta quinta-feira (10) e disse que espera que ele se recupere logo. Lula passa por tratamento desde que descobriu um tumor na laringe. O ministro dá explicações no Congresso para explicar as denúncias de pagamento de propina na pasta.


- Eu adoro o Lula e o povo brasileiro também. Peço a Deus que ele fique bom logo porque o Brasil precisa dele. Tenho honra de defender o Lula e ninguém vai me punir por defender quem eu quiser. 

O ministro disse que o ex-presidente é um "homem de bem, honrado e que mostrou para a elite que tem pulso firme". Segundo Lupi, Lula transformou o Brasil.
- Ele promoveu a inclusão social, aumentou o salário mínimo acima da inflação, fez o que ninguém fez. Eu vi o Lula ser aplaudido de pé lá fora (do país). Ser aplaudido por todo o reconhecimento que o Brasil nunca teve. Esse país nunca teve tanta autoestima. Eu tenho muito orgulho de ter sido ministro do Lula e de estar sendo da presidente Dilma. 
O líder do PSDB na Câmara, Duarte Nogueira (SP), atribuiu os bons números de crescimento de emprego no país ao Plano Real e ao governo de Fernando Henrique Cardoso. Lupi se irritou, elogiou Lula e disse ao tucano que seu discurso foi de "ódio". O tucano revidou. 
- Vou relevar isso, porque a situação em que se encontra seu ministério é muito delicada.
O ministro afirmou que desde que assumiu o ministério, em 2007, querem tirá-lo do cargo. 

De acordo com matéria publicada pela Revista Veja esta semana, um funcionário do ministério seria operador de um suposto esquema de cobrança de propinas a ONGs que tinham contratos com o Ministério do Trabalho.

Para se defender das acusações, Lupi disse que suas contas sempre foram aprovadas pelo Tribunal de Contas da União e que, dos convênios celebrados pela pasta, apenas poucos apresentaram problemas, mas nunca irregularidades.

Fonte: Agência Brasil

Nenhum comentário:

Postar um comentário