Bem vindo ao BLOG CAMPESTRE CIDADÃO, Na Defesa de Seus Direitos

Esse blog é uma forma direta de interagir com a sociedade, esclarecendo suas dúvidas e orientando a respeito de seus direitos. É um prazer poder dar minha contribuição como cidadão consciente.

Fernandes Braga

quarta-feira, 23 de novembro de 2011

Fábio Faria cobra do Governo Federal cargos e espaços para o PSD

Foto: Elpídio Júnior / Nominuto.com
Deputado federal Fábio Faria
Em que pese a afirmação do prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab, de que seu PSD não seria nem de direita, nem de esquerda, mas sim independente, deputados federais da legenda têm insistido na busca por espaço físico e cargos dentro do governo.

Foi o que fez ontem o deputado federal Fábio Faria, acompanhado pelos colegas Guilherme Campos (SP) e Paulo Magalhães (BA), informa a edição desta quarta-feira (23) do jornal Correio Braziliense.

De acordo com a publicação, a disputa por cargos estava restrita aos bastidores, mas ontem foi parar no meio do plenário da Câmara dos Deputados, quando os três pessedistas cercaram o presidente da Casa, Marco Maia (PT-SP) e cobraram publicamente as benesses.

Por cerca de 10 minutos, Maia ficou entre os três, que antes foram ao gabinete do petista, sem terem conseguido uma reunião privada. Ao deixar a sala, Marco Maia foi seguido pelos parlamentares até o plenário. Apesar da cobrança em público, os pessedistas saíram sem nenhuma resposta.

Segundo integrantes do PSD, um dos motivos do confronto teria sido o fato de Marco Maia ter prometido o espaço físico destinado aos servidores da taquigrafia da Câmara para a liderança do partido. Atualmente, o setor está dividido em três andares, localizado no Anexo II da Casa.

Essa oferta teria ocorrido em reunião realizada há 15 dias. De acordo com os deputados, após queixa dos servidores, Marco Maia recuou, e em contrapartida teria oferecido uma sala, de cerca de 150 metros quadrados, no subsolo do Anexo II, próximo de onde funciona a liderança do PCdoB. A oferta foi recusada.

À publicação de Brasília, Marco Maia disse, por meio da assessoria, que não houve a oferta do espaço da taquigrafia, e que essa opção foi levantada pelos deputados do PSD, mas que, após consulta ao diretor-geral da Casa, Rogério Ventura, a resposta é que não seria possível.

Além do espaço físico, os deputados do PSD pressionam o presidente da Câmara para liberar os cargos comissionados. Por contar com 50 deputados, os integrantes dos partidos alegam que têm direito a 106 cargos entre chefe de gabinete e assessores técnicos.

A reportagem do Nominuto.com tentou contatar o deputado Fábio Faria, mas até a hora da publicação da matéria não obteve sucesso. 
 
Fonte: Nominuto.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário