Bem vindo ao BLOG CAMPESTRE CIDADÃO, Na Defesa de Seus Direitos

Esse blog é uma forma direta de interagir com a sociedade, esclarecendo suas dúvidas e orientando a respeito de seus direitos. É um prazer poder dar minha contribuição como cidadão consciente.

Fernandes Braga

quarta-feira, 23 de novembro de 2011

Presidente do Santos diz que Ronaldo pressionou para lucrar com Neymar

São Paulo, 23 nov (EFE).- O presidente do Santos, Luiz Álvaro de Oliveira Ribeiro, afirmou que o ex-jogador Ronaldo pressionou para "ganhar dinheiro" com a possível transferência do atacante brasileiro Neymar para o Real Madrid.

"Ronaldo foi o primeiro que falou em nome do Real Madrid, depois vieram emissários e as pressões foram muito grandes, o dinheiro oferecido pelo jogador era monstruoso e quanto eu mais dizia que não, maior era o apetite", assinalou o dirigente em entrevista publicada pelo jornal "Folha de S. Paulo".

Luiz Álvaro comentou que o interesse do futebol espanhol por Neymar surgiu no jogo de despedida de Ronaldo, em junho, primeiro por meio do presidente do Barcelona, Sandro Rosell, e depois por parte do maior artilheiro na história dos mundiais a pedido do Real Madrid.

Segundo o diretor, Ronaldo o procurou "em nome do Real Madrid" e apresentou uma oferta de 37 milhões de euros, 8 milhões de euros a menos que a cláusula que o jogador tinha na época para deixar o Santos.

"Ele (Ronaldo) deixou de ser jogador e se transformou em empresário e, naturalmente, ele queria ganhar dinheiro, está no seu direito", apontou.

Depois de frustrada a transferência do atacante para o Real Madrid, o Santos renovou o contrato para garantir sua permanência até 2014, com uma cláusula que permite a Neymar ganhar 90% sobre a publicidade que o clube explora em seu nome.

O dirigente voltou a dizer que um dos motivos pelos quais Neymar rejeitou a oferta do Real Madrid foi o temperamento do técnico do Real Madrid, o português José Mourinho.

"Ele (Neymar) joga no clube que cresceu e ama, está perto da avó, dos pais, do filho e para que mudar isso por um Real Madrid com um técnico temperamental? Há o risco de mandarem o Neymar cortar o cabelo, de exigirem que ele tenha que defender, que não possa driblar. Aqui ele joga como quer", enfatizou o dirigente. EFE

Nenhum comentário:

Postar um comentário