Bem vindo ao BLOG CAMPESTRE CIDADÃO, Na Defesa de Seus Direitos

Esse blog é uma forma direta de interagir com a sociedade, esclarecendo suas dúvidas e orientando a respeito de seus direitos. É um prazer poder dar minha contribuição como cidadão consciente.

Fernandes Braga

sexta-feira, 4 de novembro de 2011

Procon e MP apreendem quase duas toneladas de alimentos no Carrefour

Leonardo Erys - repórter

Uma ação conjunta do Procon Estadual, Procon Municipal, Delegacia do Consumidor (Decon) e Ministério Público do RN - por intermédio do MADECON (Movimento Articulado em Defesa do Consumidor) - flagrou nesta sexta-feira (4) 1.875 quilos de alimentos impróprios para consumo no supermercado Carrefour, na zona Norte de Natal. 

Os alimentos estavam acondicionados em locais inapropriados, segundo a determinação do fabricante do produto. Todos os alimentos foram despejados no aterro sanitário de Ceará-Mirim. O supermercado deverá ser multado. Segundo o Procon, o valor da multa ainda não foi definido e será baseado no faturamento da loja nos últimos três meses.
DivulgaçãoHambúrguer recomendado para estar acondiociona a  - 12ºC numa temperatura de 5.9ºCHambúrguer recomendado para estar acondiociona a - 12ºC numa temperatura de 5.9ºC

De acordo com as informações dos Procons Estadual e Municipal, em meio as quase duas toneladas de alimentos, foram encontrados frangos, pizzas, hambúrgueres, carnes e peixes - entre outros alimentos - acondicionados em temperaturas superiores à recomendada nas embalagens dos produtos. Alguns alimentos que precisavam estar a 12ºC negativos foram encontrados armazenados a 5.9ºC.  Os órgãos ainda informaram que haviam produtos estragados e alguns enlatados estavam amassados.
Além disso, a ação ainda encontrou outras irregularidades no estabelecimento. Segundo o Procon , alguns produtos anunciados nos encartes com promoção e oferta foram flagrados no estabelecimento com o preço acima dos divulgados. Um chaleira, por exemplo, que aparecia no encarte com o preço de R$ 12,90 estava sendo comercializada por cerca de R$ 50. A ação notificou ainda a falta de embaladores em alguns "caixas", e a ausência de preço em vários produtos.

De acordo com as informações do diretor geral do Procon Natal Lailson Medeiros, a apreensão faz parte de uma ação desenvolvida nas reuniões do Madecon, que reúne órgãos que trabalham em Defesa do Consumidor. O diretor também explicou que a escolha do Carrefour foi baseada na quantidade de reclamações dos consumidores. "O Carrefour da zona Norte é o recordista de reclamações nos Procons, por isso foi o indicado para essa primeira 'blitz'", disse.

O diretor geral do Procon Estadual, Arakén Farias, alertou  sobre a possibilidade do supermercado ser fechado. "O Procon orientou aos gerentes que se adequassem mais rapidamente, pois em caso de reincidência, o estabelecimento poderá ser fechado ou interditado por tempo indeterminado", comentou.

Quatro funcionários do Carrefour foram levados à Delegacia do Consumidor para prestar depoimentos ao delegado Sílvio Fernando. Ele ainda quer ouvir o gerente do supermercado e o coordenador do setor de carnes. Os funcionários estavam acompanhados de um advogado e não quiseram falar com a imprensa.

Atualizada às 17h57

Nenhum comentário:

Postar um comentário