Bem vindo ao BLOG CAMPESTRE CIDADÃO, Na Defesa de Seus Direitos

Esse blog é uma forma direta de interagir com a sociedade, esclarecendo suas dúvidas e orientando a respeito de seus direitos. É um prazer poder dar minha contribuição como cidadão consciente.

Fernandes Braga

quinta-feira, 8 de dezembro de 2011

Folgado roubou carro da prefeitura de Caicó para passear e visitar familiares

Está no Blog de Marcos Dantas, pense num folgado!!!
O delegado Herbert Luis Henrique concluiu o inquérito que apura o sumiço do veículo Fiat Uno, de placas MYI-9291, pertencente à Prefeitura de Caicó. O responsável pelo crime é Ilmarte Pereira de Araújo, mais conhecido como Chapinha. Ele tem 21 anos de idade e reside com familiares no Distrito Palma, em Caicó. Em depoimento prestado ao delegado no dia 02 de dezembro deste ano, Chapinha confessou o crime e contou detalhes de como conseguiu levar o carro, que estava estacionado em frente a prefeitura.
Ele conta que na tarde do sábado (26) estava na prefeitura conversando com um vigilante, quando resolver pegar a chave do veiculo ao perceber que ela estava sob o birô. Chapinha negou que o vigilante soubesse de suas intenções, e que aproveitou um momento em que não tinha ninguém na recepção e nem na frente do prédio e fugiu do local com o carro. Seu objetivo, de acordo com o depoimento era de usar o carro em passeios e depois devolvê-lo.
Ao sair da prefeitura, Ilmarte abasteceu o carro no Posto Shell. Lá ele chegou a usar, sem autorização, o nome do chefe de gabinete, Ubalmágnus Góis, para abastecer o carro. A nota com despesa de 106 reais, inclusive está de posse da delegacia. No posto, ele se identificou como Hilmarte Costa Filho. Depois se deslocou para Jucurutu, onde o veiculo apresentou problema na refrigeração. Como não tinha dinheiro, o acusado acabou trocando por um pneu do carro, um conserto feito em uma oficina na cidade.
Após deixar Jucurutu, Ilmarte resolveu visitar sua mãe em Campina Grande (PB). Quando retornava, no dia seguinte para Caicó, percebeu que o tanque estava vazio, e se dirigiu a um posto próximo da residência dos seus familiares. Para abastecer, ele tentou usar um cartão de crédito, de uso exclusivo para abastecimento dos veículos da prefeitura, e que geralmente é guardado no porta-luvas dos carros. Como não tinha a senha, Ilmarte acabou deixando o documento do carro penhorado, dizendo que iria em casa e voltava em alguns minutos, só que resolveu retornar para Caicó. Antes de abandonar o carro nas proximidades da Cidade Judiciária, Ilmarte ainda foi deixar sua avó, que veio com ele de Campina Grande, no distrito Palma e ainda foi passear em Ouro Branco.
Ilmarte já teve passagens pela policia, quando era menor de idade também por furtos. O delegado ainda não confirmou em que situação ele será enquadrado, mas de acordo com informações colhidas na própria delegacia, poderá responder pelo artigo 155, parágrafo 5 (furto) com pena de 3 a 8 anos e ainda no artigo 299 (falsidade ideológica) por ter usado sem autorização o nome do secretário no abastecimento do carro, com pena de 1 a 5 anos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário