Bem vindo ao BLOG CAMPESTRE CIDADÃO, Na Defesa de Seus Direitos

Esse blog é uma forma direta de interagir com a sociedade, esclarecendo suas dúvidas e orientando a respeito de seus direitos. É um prazer poder dar minha contribuição como cidadão consciente.

Fernandes Braga

segunda-feira, 6 de fevereiro de 2012

Ministro do Esporte visita obras da Arena das Dunas

Com previsão de entrega para dezembro de 2013, estádio de 45 mil lugares teve etapas antecipadas

Em companhia da governadora do Rio Grande do Norte, Rosalba Ciarlini; da prefeita de Natal, Micarla de Sousa; e do secretário extraordinário para Assuntos Relativos à Copa do Mundo 2014 do Estado, Demétrio Torres, o ministro do Esporte, Aldo Rebelo, visita nesta segunda-feira (6), às 15h30, as obras da Arena das Dunas.

Com previsão de entrega para dezembro de 2013, estádio de 45 mil lugares teve etapas antecipadasO estádio na capital potiguar receberá quatro jogos da Copa do Mundo da FIFA 2014, todos válidos pela primeira fase do Mundial. A viagem a Natal faz parte da série de visitas que o ministro Aldo Rebelo realiza para conferir as obras da Copa. Após o evento, ainda no canteiro de obras, haverá coletiva de imprensa, às 16h15.

A Arena das Dunas iniciou em janeiro a execução do bloco de coroamento das estacas, trabalho que estava previsto para começar em março. Outra etapa antecipada foi a das fundações. Na primeira semana de janeiro, 90 estacas já haviam sido executadas. A previsão de entrega da arena é dezembro de 2013.

O estádio terá capacidade para 45 mil torcedores, com os investimentos somando R$ 417 milhões, de acordo com a Matriz de Responsabilidade, documento assinado pela União, estados e municípios determinando o papel de cada um na preparação para o Mundial. O financiamento do BNDES para a construção é de R$ 396,5 milhões.

Ex-detentos

A construção ainda tem, desde janeiro, 22 egressos do sistema carcerário e cumpridores de penas alternativas empregados. As contratações fazem parte do programa Começar de Novo, iniciativa do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) com termo de cooperação técnica assinado com o Comitê Organizador Local (COL), o Ministério do Esporte e os estados e municípios que vão receber a competição. O termo prevê que, nas obras com mais de 20 operários, 5% dos postos de trabalho sejam reservados para detentos, ex-detentos, cumpridores de penas alternativas e adolescentes em conflito com a lei.

* Fonte: copa2014.gov.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário