Bem vindo ao BLOG CAMPESTRE CIDADÃO, Na Defesa de Seus Direitos

Esse blog é uma forma direta de interagir com a sociedade, esclarecendo suas dúvidas e orientando a respeito de seus direitos. É um prazer poder dar minha contribuição como cidadão consciente.

Fernandes Braga

segunda-feira, 13 de fevereiro de 2012

Polícia investiga suspeitos de assalto ao banco Itaú

Marco Carvalho - repórter

O assalto ao Banco Itaú começou a ser desvendado pela polícia. A ação que rendeu mais de meio milhão de reais aos criminosos durante o início da semana passada teve agora dois suspeitos detidos pelo Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope).

Cedida/Deicor 
Neemias Figueredo e Clarindo Dantas são suspeitos de integrar a quadrilha
 
A delegada Sheila Freitas, titular da Divisão Especializada em Investigação e Combate ao Crime Organizado (Deicor) - responsável pela condução do inquérito do caso - pediu a prisão temporária dos supostos envolvidos e está dando continuidade às investigações. Clarindo Dantas Neto, 30 anos, conhecido como "Kiko", e Neemias de Lima Figueiredo, 42 anos, o "Miau", permanecem detidos sob suspeita de integrar a quadrilha de assaltantes.

Após denúncia anônima, a Polícia Militar encontrou e rendeu os suspeitos no bairro do Alecrim durante o sábado passado. De acordo com a PM, os homens estavam em atitude suspeita durante a madrugada e foi informado que eles planejavam uma nova ação criminosa contra uma loja na região. Outros suspeitos que estavam em uma motocicleta conseguiram escapar. O dinheiro fruto do assalto não foi encontrado.

A delegada Sheila Freitas encontrou elementos suficientes para autuar a dupla por formação de quadrilha. Na casa de um dos supostos envolvidos, foram encontradas 16 munições calibre 38. Neemias Figueiredo é considerado foragido da Justiça há cinco meses por não comparecer ao presídio durante o regime semiaberto.

Clarindo Dantas também possui ficha policial, tendo sido detido em uma operação denominada "4 x 4", que investigou roubo de caminhonetes em 2005. Os homens negam a participação no crime.

A partir de agora, funcionários e outras vítimas do caso serão convocadas a reconhecer os supostos envolvidos e reforçar a investigação realizada. De acordo com a delegada, as imagens do circuito interno da agência, apesar de ter qualidade baixa, podem confirmar a participação da dupla no assalto.

A Deicor estima que seis homens tenham participado da ação criminosa, que durou exatos 37 minutos. A participação de integrantes oriundos de estados vizinhos não está descartada. "O que se sabe até agora é que a quadrilha conhecia a rotina da agência. Não sabemos ainda se havia informantes ou se eles observaram o funcionamento do local", afirmou a delegada Sheila Freitas.

Bem vestidos, inclusive com terno e gravata, os criminosos conseguiram ser bem sucedidos. As pessoas que chegavam à agência para utilizar os terminais eletrônicos de auto-atendimento eram orientadas a retornarem em outro momento. Já os funcionários, eram conduzidos para dentro do local e rendidos depois disso, enquanto o assalto era realizado.

Para a polícia, a possibilidade de que a mesma quadrilha também tenha envolvimento com o arrombamento do caixa eletrônico no Senac do Alecrim durante a semana passada é remota. "No caso do arrombamento do caixa, era uma quadrilha especializada naquilo. Eles arrombaram em tempo recorde, menos de trinta minutos. É um modus operandi diferente do assalto do Itaú", esclareceu a titular da Deicor.

Fonte: TN

Nenhum comentário:

Postar um comentário