Bem vindo ao BLOG CAMPESTRE CIDADÃO, Na Defesa de Seus Direitos

Esse blog é uma forma direta de interagir com a sociedade, esclarecendo suas dúvidas e orientando a respeito de seus direitos. É um prazer poder dar minha contribuição como cidadão consciente.

Fernandes Braga

terça-feira, 1 de maio de 2012

Bandido lá, deputado cá

Como o Dando Pitacos já informou em "Maluf no país da impunidade", o nome do deputado federal está na lista de procurados da Interpol há mais de dois anos. O motivo? Ele é acusado de fraude, roubo e lavagem de dinheiro. Por isso tem contra si uma ordem de prisão em 188 países membros da Interpol, a polícia internacional. 

Seus advogados entraram com uma ação na Justiça americana para tentar reverter a situação mas acabaram de sofrer um revés: a Suprema Corte de Nova York, nos Estados Unidos, negou o pedido de suspensão da ordem. 

Flávio Maluf, filho do ex-prefeito, acusado no mesmo processo pela Justiça americana, também aparece na mesma lista de procurados, a chamada "difusão vermelha". 

A defesa de Maluf alegou que o ex-prefeito não cometeu nenhum crime nos Estados Unidos (só no Brasil, naturalmente), mas a Corte de justiça americana entende que ele tem que ser julgado lá. Por isso, enquanto não se apresenta, vai continuar na condição de fugitivo da justiça americana. 

Maluf está sendo acusado de movimentar contas bancárias ilegais com dólares desviados das obras da Avenida Água Espraiada e remetê-los, primeiro para Nova York, e depois para a Suíça, Inglaterra e Ilha de Jersey, um paraíso fiscal. Ato seguinte, segundo o Ministério Público paulista, parte do dinheiro era investida na Eucatex, empresa do ex-prefeito em São Paulo. Ele também responde a processo criminal por gastar a grana da corrupção em leilões de obras de arte. As acusações, somadas, podem render 25 anos de cadeia ao nosso deputado, que no Brasil tem a lei do seu lado: mesmo depois de todas as bandalhas, ele continua livre, leve e solto, e a cereja do bolo, não pode ser extraditado por sua condição de brasileiro nato. 

E viva o Brasil, um "país de todos"... os políticos! 

Fonte: G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário