Bem vindo ao BLOG CAMPESTRE CIDADÃO, Na Defesa de Seus Direitos

Esse blog é uma forma direta de interagir com a sociedade, esclarecendo suas dúvidas e orientando a respeito de seus direitos. É um prazer poder dar minha contribuição como cidadão consciente.

Fernandes Braga

domingo, 20 de maio de 2012

Fábio Hollanda: “Eu não deixo só o PR, eu deixo a vida pública”

Ex-secretário de Justiça e Cidadania do Estado do RN, o advogado Fábio Hollanda, até hoje cedo presidente do diretório municipal do PR, deixou o partido.

Deixou mais do que o partido, como declarou ao Blog.

“Eu não deixo o PR, eu deixo a vida pública”, disse Hollanda, que às 9 da manhã comunicou ao presidente regional da legenda, deputado João Maia, a decisão que tomou sozinho.

“Uma decisão solitária”, explicou Fábio, que se sentiu constrangido ao ver seu partido indicar um secretário para o governo Rosalba Ciarlini, quando ele passou pelo governo e se disse desprestigiado.

Thaisa Galvão – Por que você deixou o PR?

Fábio Hollanda - Quando eu saí da Sejuc eu defendi uma postura de independência do PR com o governo. Entendi que o PR deveria se manter equidistante das decisões administrativas. E na hora em que vejo o presidente João Maia, de quem sou amigo e quero continuar sendo, indicar o secretário de Turismo, o meu constrangimento foi incompatível com minha permanência na vida pública. Por isso que eu não deixo só o PR, eu deixo a vida pública”.

Thaisa Galvão – Você sai da política…

Fábio Hollanda - Eu vivo para fazer amigos e os políticos não falam essa linguagem, com a política não é assim. Eu não tenho nenhum problema com João Maia, de quem sou amigo, eu tenho problemas, sim, com a vida pública.

Thaisa Galvão – Você já pediu desfiliação?

Fábio Hollanda - Já. Pedi hoje às 9 da manhã. E não vou me filiar a nenhum partido.

Thaisa Galvão – Você já vinha conversando com João Maia sobre isso?

Fábio Hollanda - Eu converso com João Maia diariamente e vou continuar conversando. Mas essa decisão foi solitária.

Thaisa Galvão – Você não vai participar da sucessão municipal?

Fábio Hollanda - Se você me perguntar em quem eu vou votar para prefeito eu digo que o voto é secreto, está na Constituição.

Thaisa Galvão – E o seu plano futuro?

Fábio Hollanda – Serei a partir de agora, exclusivamente advogado.

-Fábio estava na condição de juiz eleitoral do Tribunal Regional Eleitoral, quando em 7 de outubro do ano passado, renunciou ao cargo para se filiar e presidir o PR-Natal.

Sua passagem pela vida pública não durou nem 8 meses.

Nenhum comentário:

Postar um comentário