Bem vindo ao BLOG CAMPESTRE CIDADÃO, Na Defesa de Seus Direitos

Esse blog é uma forma direta de interagir com a sociedade, esclarecendo suas dúvidas e orientando a respeito de seus direitos. É um prazer poder dar minha contribuição como cidadão consciente.

Fernandes Braga

quarta-feira, 30 de maio de 2012

Justiça concede liberdade a Carla Ubarana e George Leal

A Justiça acaba de conceder a liberdade provisória a Carla Ubarana e George Leal, réus no esquema fraudulento dentro da Divisão de Precatórios do Tribunal de Justiça, investigados durante a Operação Judas. A decisão foi proferida na tarde desta quarta-feira (30) e assinada pelo juiz José Armando Ponte, da 7ª Vara Criminal.

Carla Ubarana e George Leal estavam presos desde 30 de janeiro, quando foi deflagrada a Operação Judas. Além deles, são investigados como beneficiários do suposto esquema fraudulento os desembargadores Rafael Godeiro e Osvaldo Cruz, ex-presidente do Tribunal de Justiça. A confirmação da liberdade do casal já era aguardada.

A defesa do casal protocolou o pedido para a liberdade provisória na semana passada e nesta quarta-feira o Ministério Público opinou pela favoravelmente por entender que não restavam motivos para a manutenção da prisão dos réus antes do julgamento. 
Carla Ubarana e George Leal são réus confessos na investigação sobre fraudes na Divisão de Precatórios do Tribunal de Justiça. Os dois estão em prisão domiciliar desde março, quando assinaram termo de colaboração premiada com o Ministério Público, apontando os outros envolvidos no esquema fraudulento. O casal também devolveu à Justiça aproximadamente R$ 5 milhões em bens e dinheiro, ficando com a posse somente da casa em que moram, no bairro do Tirol.

Com a liberação, Carla Ubarana e George Leal perdem o direito à segurança especial realizada Polícia Militar, através do Bope, que foi condição imposta pelo casal para fazer a delação premiada. Além disso, os dois deverão cumprir novas regras estabelecidas pela Justiça.

Semanalmente, os dois deverão se apresentar na 7ª Vara Criminal para justificar as atividades. Está proibida a mudança de endereço residencial e saída de Natal sem autorização judicial, assim como a entrada dos dois nos imóveis que foram sequestrados judicialmente. O casal também deverá permanecer em casa no período das 20h às 6h e Carla Ubarana está afastada de maneira cautelar do exercício de qualquer função no Tribunal de Justiça, de onde é funcionária efetiva.

Fonte:TN

Nenhum comentário:

Postar um comentário