Bem vindo ao BLOG CAMPESTRE CIDADÃO, Na Defesa de Seus Direitos

Esse blog é uma forma direta de interagir com a sociedade, esclarecendo suas dúvidas e orientando a respeito de seus direitos. É um prazer poder dar minha contribuição como cidadão consciente.

Fernandes Braga

sexta-feira, 26 de outubro de 2012

Juiza nega liberdade ao subtenente que baleou coronel da PM


Por Sergio Vilar, do DN Online

Cel PM Wellington, vítima de disparo de arma de fogo
O pedido de liberdade para o subtenente da PM, Marcos Alexandre Moura Tavares, preso em flagrante após efetuar disparo contra o coronel Wellington Alves, foi negado pela Justiça. Para negar o pedido, a juíza Manuela de Alexandria Barbosa, titular da 1ª Vara Criminal de Parnamirim alegou "suposta desavença entre ambos" e a "possibilidade de a vítima ou qualquer familiar poder atentar contra a integridade ou vida do flagranteado". Segundos ou autos, o Ministério Público também ofereceu parecer pelo indeferimento do pedido. Desta forma, Marcos Alexandre permanece em custódia, em regime de prisão preventiva no 3º Batalhão da PM, em Parnamirim.

Wellington Alves é comandante do policiamento metropolitano. Foi vítima de tentativa de homicídio durante a madrugada do último 9 de outubro. Marcos Alexandre, 42, atirou no coronel por volta das 2h, no 9º andar do condomínio Uruaçu 1, onde ambos residem. Marcos se encontrava afastado da PM, com diagnóstico de problemas mentais. A suspeita é de um "surto" do PM na tentativa do crime. Segundo testemunhas, o coronel foi chamado por Marcos Alexandre via interfone. Quando Wellington chegou ao apartamento de Marcos foi surpreendido com um disparo de arma de fogo, na região do abdômen. A polícia foi acionada e o flagranteado não esboçou reação. O coronel se recupera do disparo. Já foi afastado o risco de morte.

Nenhum comentário:

Postar um comentário